Um galo sem hora pra cantar

Photo by Ralph (Ravi) Kayden on Unsplash

O galo que tanto odiei hoje me sangra de longe. Não ouço mais o canto daquela ave minúscula e aziaga. Quantas vezes quis matá-lo ao vê-lo no quintal, raquítico, entre as galinhas magras. Não tinha hora para perturbar. Cantava com força e desespero. Nunca esperou as quatro da manhã, menos ainda o sol nascer. Tinha uma vitalidade e uma insistência invejável em um corpo tão pequenino.

Era um adolescente, de penas pretas, crista mirrada, esporões inofensivos. Talvez estivesse apaixonado, talvez sob pressão para provar que era um galo e não um maldito rato, talvez não conseguisse entender a dinâmica do tempo para os de sua espécie por ser cego. Talvez não percebesse que estava em um quintal cheio de lixo e cacos de tijolo e telha, no centro da cidade e não na roça.

Da minha rabugice, olhava o animal e queria silêncio. A paz absoluta. Ele me deixava irritado. Se houvesse uma espingarda, um pedregulho que fosse. Que fizessem um cozido daquela pouca carne dura, que oferecessem em sacrifício, que dessem fim naquele mau agouro.

Mal sabia que o canto, hoje inaudível de tão distante, me faria tanta falta. Parece que todos os galos do mundo, finalmente, calaram.

No dia em que saí, ela no quarto trancada de olhos vermelhos, olhei o bicho pela janela pela última vez sem nenhuma razão aparente. Ele ciscava debaixo do sol, alheio à sua natureza de galo e a qualquer coisa. Bati a porta do 309 e desci as escadas. Foi quando ouvi o canto esganiçado, como quem diz venci, como quem dá adeus.

Lacrimoso, arrastei a mala até a rua três andares abaixo e ela não me viu sair. Nem nunca mais.


Vá ouvir Não é céu.


Se gostou, manda um Pix de R$ 1 ou o valor que acha que o texto merece para andersonjor@gmail.com. Deixe aplausos aqui na plataforma.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s