Lista de compras

Photo by Rubén Bagüés on Unsplash

se não abre o olho,
se não lança mão,
se não mete a cara,
é tudo o que te espera
o anestésico,
o analgésico,
o dietético,
o esotérico,
o psicotrópico,
o escalafobético,
o circo, a farsa, a cerca.

Perigo,
perigo,
perigo.

é tudo artifício,
hospício, vício,
precipício,
no frontispício da prisão,
penitência,
violência,
o avesso da vivência,
morte lenta e doída,
ou pior:
roda viva.

a obrigação do sucesso
o tatibitate dos netos
a poupança mirrada
a aposentadoria roubada
a previdência privada
o dinheiro nenhum
o xvideo, o pornhub, o YouTube
a vida alheia, o viagra,
o canto, a sereia
o sonho da sesta
a próxima festa
a ressaca do sábado
a derrota do domingo
a novela das nove
a bola da quarta
o baralho na praça
o varrer da calçada
o passeio no shopping
o padre na missa
o pastor no púlpito
o tambor no terreiro
o apego à morte
a crença na sorte
o susto com a vida
o despertador,
 o despertar suposto
o bom e o mau gosto
a dor, o ardor, o amor que já foi
o bolsonaro e o pleonasmo
a esquerda de fachada
a direita histérica
o dedo no cu,
a gritaria
o odioso tanto faz
o jogo de poker
o poker face
a droga de farmácia
o drops no cinema
a dobra do tempo
a falácia
a beleza maquiada
o orgulho das rugas
a vergonha delas
o peito novo, a lipo
a plástica, o peso, o implante,
o desplante, a dentadura
os 20 anos a menos
a dívida a mais
a carinha de venci
o estou acima de tudo isso
o não sou nada
(TENHO APENAS TODOS OS SONHOS DO MUNDO)
a pena de si mesmo
a netflix, o spotfy, o podcast
a causa própria
o apê quitado
as fugas na madruga
a conversa mole
os signos, o tarô, as runas
as praias, o mar, as dunas
a draft a 6 paus
o chopp artesanal
o vinho do bom
o scotch legítimo
a barbearia pra macho
o centro de estética
a falta de vontade
o excesso dela
o couch, o personal, o analista
a puta, o boy, o sócio cotista,

o samba cínico, o fado niilista

a carreira na multinacional
a carreira no banheiro
o tesão na jovenzinha
o ódio ao garotão
o tédio pelo marido
o fogo pelo amante
o assédio à secretária
o esporro matinal
a polução noturna
o motel no almoço
o hotel em Dubai
o desgosto do pai
a condescendência da mãe
o texto sem vírgula
a lista de compra
o vazio da tarde
a agonia da noite
a preguiça de toda manhã
os sonhos irrealizáveis
a repartição
a repetição, a repetição
a repetição
de novo e de novo
sem fim, finalmente, enfim

Perigo,
perigo, 
perigo.

corra, corra,
se mate, se afaste,
não acate, não se baste
morra antes

ou desvie.
veja, vire,
vigie, vingue,
vague, pire
crie

outra estrada
outra via,
outra vida
outro nada,
no braço, na raça
à marretada.

(Vá ouvir O bilhete)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s